Âncoras - a escolha

footer-anchor_20161219.png

Quando falamos de tipos de âncoras, poderemos suscitar na mente de muitas pessoas dúvidas e confusões quanto a qual deverá ser a mais apropriada para esta ou aquela embarcação.

Existem certamente diversas âncoras disponíveis no mercado, fabricadas em diversos materiais e com nomes algo confusos para muitos, no entanto, queremos com este artigo abordar os modelos de âncora mais populares, bem como proporcionar uma visão geral sobre como escolher uma âncora para uma embarcação.

Determinados tipos de âncoras seguram melhor num determinado tipo de fundo como areia, cascalho, lama ou rocha, ao passo que outros tipos são eficazes em vários fundos.

Muitos nautas defendem que deveremos manter a bordo da embarcação diferentes tipos de âncoras e neste respeito, não se trata de propormos aos nossos clientes um pack de ancoras para a sua embarcação, mas, levarmos em linha de conta que cabe a cada nauta meditar acerca dos seus destinos e precaver-se quanto aos tipos de fundos que poderá encontrar nas suas viagens, a fim de consolidar uma ancoragem segura. 

Alguns princípios básicos que poderão ajudar o nauta a seleccionar uma âncora para a sua embarcação são os seguintes:

- Evite imitações baratas - poderá comprometer a segurança da embarcação e seus tripulantes;

- Que tipos de fundos vamos encontrar? 

  • Areia - A areia é um elemento relativamente fácil para as âncoras penetrarem, oferecendo uma excelente retenção. As âncoras não articuladas e âncoras do tipo Danforth são uma boa sugestão para este tipo de fundo.
  • Lama - Este tipo de fundo tem uma baixa resistência ao cisalhamento, sendo que uma âncora com um ângulo maior entre a haste e o prato e este com maiores dimensões será a mais apropriada. Estas características permitem que a âncora se fixe mais profundamente onde a lama tem maior força. Sendo comum logo abaixo da lama existir outro material, se a âncora penetrar através da primeira camada ao material subjacente estará mais segura.
  • Rocha - Âncoras tipo arado ou fateixa, com uma boa resistência estrutural para sustentação de grandes cargas são Delta_Anchors_20161219.pnguma boa eleição para este tipo de fundo. Como exemplo temos a Rocna e a Delta.
  • Cascalho e fundos de erva/algas - Neste fundo contará mais o peso do ferro do que propriamente o seu design, para o fator de penetração e poder de retenção da âncora. Os tipos Delta e Rocna são duas opções a considerar devido à sua capacidade de penetração na vegetação do fundo. Deve-se ter em linha de conta as ancoragens falsas devido às raízes e saliências.

- Garanta ter no mínimo 2 tipos de âncora a bordo da sua embarcação, especialmente os mais comuns;

- Escolha uma âncora de tamanho apropriado para a sua embarcação e de acordo com as características dos seus passeios - Costuma fundear por um par de horas ou por vários dias? Fundeia em águas interiores (rio, lago) ou águas exteriores (oceanos, mares)?

rocna_Anchor_20161219.gif- Dimensionar as âncoras da sua embarcação de forma correcta poderá servir de proteção caso "perca" o motor e/ou as velas e encontre-se à dervia em direção a uma falésia ou rocha. 

Note: A escolha apropriada do fundo para ancorar é um fator mais crítico do que a escolha do design da sua âncora.

Veja também: Cabos de amarração | Antifouling | Hibernação | Ânodos