Hibernação - Motores Interiores

YANMAR_ZT370_20160804.PNG

Uma das maiores ameaças a um motor de interior durante o inverno é os danos causados pela água que congela no interior do sistema de arrefecimento do motor. Deixe um motor de interior durante o inverno sem qualquer tipo de preparação e terá como garantida uma boa fatura de reparação na época de navegação seguinte.

Hibernizar qualquer tipo de motor interior requer que seja removida a mangueira de alimentação de água da sua válvula de admissão, colocá-la num bidon de 20 litros de anti-congelante e de seguida, colocar o motor em marcha até que o anti-congelante saia abundantemente pela saída de escape. Isto garante que o anti-congelante percorra todo o caminho através do sistema de refrigeração interno do motor, bem como através do sistema de escape.

Este anti-congelante deverá ser à base de propileno Glycol, indicado para uso em motores. Este tipo de anti-congelante tem como características especiais inibidores de corrosão para proteger o interior do seu motor.

IMG_3280-3_20160804.jpgRealizar a substituição do óleo do motor e respectivo filtro é igualmente uma tarefa essencial na hibernação do seu motor. Deixar um lote de óleo usado e envelhecido no seu motor poderá causar corrosão, danos causados por água residual ou até mesmo algo bem pior.
Motores interiores a gasolina que ficam parados por longos períodos, devem gualmente ser pulverizados com lubrificante.

Embarcações com colunas de motor interior têm um cuidado adicional. Além da atenção aos pontos anteriores com respeito ao sistema de refrigeração e rocedimentos de lubrificação do motor, deverá igualmente realizar a substituição do lubrificante de transmissão da unidade da coluna.

Em caso de incertezas ou pouco conhecimento, deixe essa tarefa a cargo da equipa especializada do seu centro Náutico. Aqui obterá o melhor serviço e atendimento para lhe proporcionar uma época de navegação tranquila e sem precalços.

Sistemas de Combustível  FuelElements_20160804.jpg

A água é o inimigo nº1 quando toca a sistemas de fornecimento e armazenamento de combustível em embarcações. É principalmente garantido quando tem em mãos uma embarcação com motor a gasolina. O diesel trás igualmente os seus próprios desafios. Adicione uma boa variedade de temperaturas invernais e a condensação torna-se numa dor de cabeça.

De uma forma geral, é recomendado quando hiberna a sua embarcação que ateste o tanque de combustivel, seja a diesel ou gasolina, em cerca de 95% da sua capacidade. Isto limita a quantidade de ar dentro do depósito, o que se traduz numa limitada quantidade de húmidade adicionada ao combustível através da condensação.

rac110a_20160804.jpg

Existem, no entanto, alguns fabricantes que dão diferentes conselhos quando toca a tanques atestados com gasolina. Em qualquer dos casos, deverá sempre, sempre, seguir as indicações do fabricante do motor.

Independentemente do tipo de combustível, deverá sempre adicionar um estabilizador de combustível apropriado. Sempre!

Esta será a altura ideal para substituir igualmente os filtros de combustível, especialmente se tiver um filtro separador, apenas. Consulte sempre o manual do fabricante do motor da sua embarcação, acerca da periodicidade da substituição dos filtros do motor.

A equipa técnica do seu centro náutico está igualmente à disposição para o apoiar na manutenção/hibernação do motor da sua embarcação.

 

CATEngine_20160804.jpg

Poderá ver também:

 Ar Condicionado | Motores Fora de Bordo | Sistema de Água Doce | Sistema Sanitário | Parqueamento | Equipamentos Electrónicos

 

E-mail: